BLOGESFERA SOF_LogoAzul-891x1024

Published on January 7th, 2017 | by Fernando Godoy

0

Quando a empatia passar a ser a virtude mais importante.

Empatia significa a ação ou capacidade psicológica para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.

Empatia

Empatia – Spirit of Football

Esta capacidade aflorou em todos nós recentemente após a tragédia que se abateu sobre o time de futebol da Chapecoense e chocou o mundo. Naquele momento nos colocamos no lugar dos jogadores (empatia) e principalmente dos
seus entes queridos. Como esta dor bateu forte dentro de todos nós, ainda mais pela “Chape” não ter status dos grandes clubes, mas que já vinha demonstrando toda a sua garra e competência subindo ano após ano até a chegada à final da Copa Sul-Americana. Sabe aquela história que dá noite para o dia o “pequeno” se torna um eterno gigante dentro de nossos corações? Pois é, todos nós passamos a utilizar o #ForçaChape.

Porém em um determinado local a empatia passou longe. Enquanto os meios de comunicação anunciavam a tragédia e seus detalhes ao longo do dia, o nosso congresso se aproveitou mais uma vez para deliberar os seus interesses e não o do povo. Neste caso houve ausência de empatia e imperou o seu antônimo: o egoísmo.

Utilizei este exemplo para mostrar os contrastes vividos pela sociedade brasileira. Nos últimos anos vivemos a disputa entre “nós” e “eles”. Não quero aqui defender nenhum lado politico, mesmo porque a esta altura do campeonato está mais do que comprovado que o nosso sistema é falido, com partidos sem ideologia e ausência de um nome íntegro para liderar este país
, uma vez que a maioria dos nossos representantes estão envolvidos direta ou indiretamente com a corrupção e mesmo os que não estão e na minha humilde opinião são coniventes com a situação, caso contrário já teriam pedido demissão deste ambiente enlameado.

Portanto é neste momento difícil que devemos nos voltar para a empatia. Se toda tragédia nos traz uma reflexão, eu diria que este sentimento momentâneo deveria cada vez mais aumentar o grau de importância em nossas vidas. Devemos parar de julgar, agir com mais cuidado e passar a respeitar e tolerar mais os outros. A empatia nos auxilia na compreensão das pessoas e o momento que cada uma delas está passando. Sendo ela a irmã da generosidade passa a ser o combustível que impulsiona a evolução de nossas vidas e nos auxilia em nosso progresso moral.

O Spirit of Football sempre levantou a bandeira da igualdade, respeito e cidadania. Somos iguais dentro e fora do campo. O futebol é a língua universal e isto foi mais do que comprovado durante os nossos workshops “One Ball, One World” realizados desde 2002 durante as viagens da bola pela Europa e Ásia e em 2014 percorrendo todas as Américas.
Focamos os nossos esforços em defender talvez a maior e mais difícil bandeira de todas, a empatia. Um desafio para uma sociedade global, onde refugiados de guerra são obrigados a sair de sua terral natal e a enfrentar a intolerância de muitos e contar com a solidariedade de poucos.

Que a empatia reascenda e continue firme no coração de todos, não só em momentos de tragédias e guerras que estamos habituados, que ela se sobreponha a todas as religiões e que a partir de agora ilumine diariamente as nossas vidas.

One Ball, One World.

Fernando Godoy
Spirit of Football – Brasil

Tags: , , , ,


About the Author

Fernando Godoy é empresário e atua há mais de 20 anos no setor de tecnologia. Trabalhou por 4 anos em Los Angeles nas agências digitais BoxTop e iXL em projetos para Sony, Fox Kids, Universal Studios e RioPort. Em 1999 fundou a i4vision, agência pioneira em projetos para a internet no Brasil, época em que escreveu o best seller Flash 4 Profissional. A sua experiência como empresário e empreendedor, atualmente à frente do setor de tecnologia, proporcionou habilidade suficiente para liderar pessoas e projetos, além de fornecer consultoria na área de vendas e team work. É diretor da associação inglesa Spirit of Football que utiliza o futebol como ferramenta de educação e transformação social. Em 2014 realizou mais de 50 workshops internacionais em importantes clubes europeus como FC Barcelona, Liverpool, Genoa FC, Benfica e escolas em Londres, Lisboa, Sheffield, Dortmund e Barcelona para atletas, dirigentes, alunos, professores e até refugiados de guerra na Alemanha e Portugal. Na América do Sul apresentou o workshop “One Ball One World” em projetos sociais em Buenos Aires apoiados pelos clubes Boca Juniors e River Plate e no Uruguai em parceria com o exército uruguaio e a organização global Special Olympics. As suas palestras relatam a sua experiência mesclando o mundo corporativo e viagens internacionais pelo Spirit of Football focando em resultados e alta performance. É apaixonado por conhecimento e mantém-se aprimorado através de cursos no Brasil e no exterior, além de parcerias com empresas norte-americanas. É formado em engenharia pela UNESP, extensão em administração pela Universidade da California (UCLA) e MBA Executivo pelo Ibmec-SP (atual Insper).



Back to Top ↑